Catedral, Congresso Nacional, Palácios da Alvorada e Planalto,Templo da Boa Vontade, Santuário Dom Bosco e Ponte JK eleitos as 7 maravilhas de Brasília


O Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org) divulgou hoje que a Catedral, o Congresso Nacional, o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Templo da Boa Vontade, o Santuário Dom Bosco e a Ponte JK foram eleitos por votação popular como as 7 Maravilhas do Patrimônio Cultural Material de Brasília.

No total participaram na eleição 22.971 pessoas que emitiram 64.718 votos. Alguns votaram somente em uma das 25 candidatas que optavam em converter-se nas 7 maravilhas de Brasília e outros votaram em 2, 3, 4, 5, 6 ou no máximo permitido de 7. Todos votos foram enviados exclusivamente por correio eletrônico.

A classificação oficial e final da eleição das 7 maravilhas de Brasília é a seguinte:

1 - Catedral de Brasília
9.017
votos
2 - Congresso Nacional
7.113
3 - Palácio da Alvorada
6.915
4 - Palácio do Planalto
6.821
5 - Templo da Boa Vontade
6.693
6 - Santuário Dom Bosco
5.904
7 - Ponte JK
4.117
8 - Palácio do Itamaraty
3.781
9 - Supremo Tribunal Federal
3.533
10 - Fazenda Velha
3.417
11 - Memorial JK
1.414
12 - Museu da República
917
13 - Teatro Nacional Cláudio Santoro
851
14 - Capela Nossa Senhora de Fátima – Igrejinha
844
15 - Catetinho
617
16 - Biblioteca Nacional
544
17 - Praça dos Três Poderes
461
18 - Torre de Televisão
399
19 - Palácio da Justiça
361
20 - Palácio do Jaburu
287
21 - Memorial dos Povos Indígenas
201
22 - Dois Candangos - Obra Alfredo Ceschiatti (Praça dos Três Poderes)
199
23 - Meteroro - Obra de Bruno Giorgi (Palácio do Itamaraty)
151
24 - As Iaras - Obra de Alfredo Ceschiatti (Palácio da Alvorada)
96
25 - Mastro da Bandeira (Praça dos Três Poderes)
65

O presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais, Xavier Tudela, declarou hoje em Barcelona, cidade onde o Bureau tem a sua sede, que “as 7 maravilhas de Brasília serão uma nova porta de entrada ao conhecimento do patrimônio cultural material desta cidade. Espero que, com as suas 7 maravilhas, Brasília possa atrair mais turismo cultural nacional e internacional. Estamos muito satisfeitos com a resposta dos cidadãos para esta iniciativa do Bureau e estamos convencidos que a partir de agora o patrimônio cultural material de Brasília será muito mais conhecido e apreciado pelos cidadãos, tanto brasileiros como estrangeiros”.

Por outro lado, Mário Vendrell, delegado do Bureau Internacional de Capitais Culturais no Brasil informou desde São Paulo que “Brasília, que é a Capital Americana da Cultura 2008, foi dentre as cinco cidades que elegeram as suas 7 maravilhas locais, a que teve maior participação da população. Isto reforça a imagem internacional do Brasil de um país onde seus cidadãos se aderem sempre, e de forma massiva, a campanhas positivas como esta das 7 maravilhas”.

A campanha de eleição das 7 maravilhas do patrimônio cultural material de Brasília se insere na eleição das 7 maravilhas locais de Barcelona e Madri (Espanha), Nizhny Novgorod (Rússia) e Sarajevo (Bósnia e Herzegovina).

Esta semana foram divulgadas publicamente as maravilhas de Madri e Barcelona. Na próxima semana serão anunciadas as de Sarajevo (Bósnia Herzegovina) e Nizhny Novgorod (Rússia).

As 7 maravilhas de Madri são:

Mosteiro e Sitio Real de San Lorenzo del Escorial
Palácio Real de Madri
Universidade e Recinto Histórico de Alcalá de Henares
Plaza Mayor de Chinchón
Museu del Prado
Recinto Cultural de Aranjuez
Plaza Mayor de Madri

As 7 maravilhas de Barcelona são:

Sagrada Família
Església de Santa Maria del Mar
Palau de la Música Catalana
Casa Milà
Gran Teatre del Liceu
Casa Batlló
Torre Agbar

O Bureau Internacional de Capitais Culturais realiza a eleição das 7 maravilhas do patrimônio cultural material de Brasília, e das outras quatro cidades, com o objetivo de divulgar esse patrimônio de uma forma didática, pedagógica, lúdica e, ao mesmo tempo, motivar a visita dos lugares propostos e eleitos, estabelecendo novas rotas turísticas que permitam aos visitantes conhecer de forma sintética a riqueza patrimonial de Brasília e das outras cidades participantes.

Entende-se por maravilha do patrimônio cultural material de Brasília aqueles lugares de valor excepcional que representem uma obra prima do engenho criador humano, sejam os testemunhos excepcionais da arquitetura, a escultura, a pintura, as artes monumentais ou o urbanismo, ou mesmo um exemplo destacado de um tipo de construção que ilustre algum período da história de Brasília.

O Bureau Internacional de Capitais Culturais criou e desenvolve a Capital Americana de la Cultura, a Capital de la Cultura Catalana, a Capital Brasileira da Cultura, a US Capital of Culture e a Capital de la Cultura Española. Os objetivos do Bureau são: promover e desenvolver as capitais culturais criadas pelo Bureau; coordenar as atividades com as outras capitais culturais existentes no mundo; promover a criação de capitais culturais nos lugares do mundo onde ainda não exista essa iniciativa; colaborar com instituições e entidades culturais para alcançar objetivos comuns; proporcionar a assessoria a instituições públicas e privadas para o desenvolvimento de projetos culturais; e desenvolver diretamente iniciativas culturais em todo o mundo, como por exemplo, a eleição das 7 maravilhas do patrimônio cultural material em Barcelona, Brasília, Madri, Nizhny Novgorod e Sarajevo. Xavier Tudela é o presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais


© Capital Americana de la Cultura 1998-2019