São Luís, Asunción, Figueres, Linz e Vilna capitais culturais do ano 2009


O Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org) informou hoje que as capitais culturais do próximo ano, membros do Bureau, serão as seguintes:

No caso da Capital Americana da Cultura (www.cac-acc.org), Asunción (Paraguai) será a referencia cultural dos países do continente americano, durante o ano 2009. Até agora, já foram designadas como Capital Americana da Cultura as seguintes cidades: Mérida 2000 (México); Iquique 2001 (Chile); Maceió 2002 (Brasil); Cidade do Panamá (Panamá) e Curitiba (Brasil) 2003; Santiago 2004 (Chile); Guadalajara 2005 (México); Córdoba 2006 (Argentina); Cusco 2007 (Peru); Brasília 2008 (Brasil), e Asunción 2009 (Paraguai).

Com relação à capital cultural nacional do Brasil, o quinto país mais povoado do mundo, a Capital Brasileira da Cultura (www.capitalbrasileiradacultura.org) será São Luís (Maranhão). Esta cidade será a quarta capital brasileira da cultura depois de Olinda 2006 (Pernambuco); São João del-Rei 2007 (Minas Gerais), e Caxias do Sul 2008 (Rio Grande do Sul).

No caso da Capital da Cultura Catalã (www.ccc.cat), Figueres será a referencia cultural para todo o território de âmbito lingüístico e cultural catalão, que inclui quatro países da Europa (Espanha, França, Andorra e Itália). Até agora foram eleitas como capitais da cultura catalã Banyoles 2004, Esparreguera 2005, Amposta 2006, Lleida 2007, Perpignan 2008, Figueres 2009, Badalona 2010 e Escaldes-Engordany 2011.

Durante o ano de 2009 será eleita a primeira capital cultural dos Estados Unidos da América (www.culturalcapital.us). A US Capital of Culture é também uma iniciativa do Bureau Internacional de Capitais Culturais, que tem a sua sede central em Barcelona.

Finalmente, as Capitais Européias da Cultura 2009 serão as cidades de Linz (Áustria) e Vilna (Lituânia), que sucederão Liverpool 2008 (Reino Unido) e Stavanger 2008 (Noruega), como referentes culturais do continente europeu.

O presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais, Xavier Tudela, declarou que “o conceito de Capital da Cultura, que a Ministra de Cultura da Grécia e famosa atriz, Melina Mercouri propôs para a Europa em 1985, com o passar do tempo estendeu-se para outros continentes, países ou âmbitos culturais específicos, pois a proposta é muito positiva para a inclusão social, a coesão dos cidadãos e a projeção exterior das cidades capitais culturais”.

Por outro lado, Atenas (Grécia) que foi a primeira Capital Cultural da história, criou recentemente o Centro de Documentação de Capitais da Cultura, para recopilar informações das diferentes capitais da cultura que existem no mundo.


© Capital Americana de la Cultura 1998-2019