Santo Domingo (República Dominicana) eleita Capital Americana da Cultura 2010


A cidade de Santo Domingo (República Dominicana) foi eleita pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org) como Capital Americana da Cultura 2010 (www.cac-acc.org), segundo anunciou hoje Xavier Tudela, Presidente do Bureau, que tem a sua sede em Barcelona. Santo Domingo sucederá Asunción (Paraguai) como referente cultural das Américas, a partir de 1 de janeiro do próximo ano.

Xavier Tudela, que esteve em visita a Republica Dominicana em novembro de 2007 e no mês de fevereiro passado, manifestou que “a designação como Capital Americana da Cultura 2010 de Santo Domingo dará um novo impulso á promoção e ao conhecimento internacional da rica cultura dominicana”.

A candidatura de Santo Domingo originou-se no Centro de Estudos Europeus da Pontifícia Universidade Católica Madre y Maestra. Posteriormente, foi assumida pelas instituições dominicanas e as entidades da sociedade civil do país, “o que dará uma grande força a Santo Domingo 2010”, conclui o presidente do Bureau.

Em suas visitas à República Dominicana, Xavier Tudela entrevistou-se com o Vice-presidente da República, Rafael Albuquerque; o Presidente da Câmara dos Deputados, Julio César Valentín; o Secretário de Estado (Ministro) da Cultura, José Rafael Lantigua; o Secretário de Estado do Turismo, Francisco Javier García, o alcalde (prefeito) de Santo Domingo, Roberto Salcedo e o Reitor da Pontifícia Universidade Católica Madre y Maestra, Agripino Núñez, entre outras autoridades.

Como conseqüência da capital cultural de Santo Domingo, a República Dominicana terá uma destacada promoção internacional no próximo ano, que será realizada pela Organização Capital Americana da Cultura nos meios de comunicação internacionais. Antena 3 Internacional, canal oficial de TV da Capital Americana da Cultura, fará a promoção da capital cultural dominicana em sua programação durante o ano 2010, assim como também o fará o grupo Discovery Channel.

Santo Domingo de Guzmán, normalmente chamada somente Santo Domingo, é a primeira cidade na América fundada por europeus. É a capital da República Dominicana. Fundada em 1496 por Bartolomé Colón, que logo foi transferida por Nicolás de Ovando em 1502 para o lugar que hoje ocupa, a qual é chamada Zona Colonial, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Os edificios coloniais mais importantes incluem a Catedral Primaz da América, primeira Catedral Católica do continente americano; Alcázar de Colón (Colombo), que foi residência de Diego Colón, filho de Cristóvão Colombo, Vice-rei da colônia; Mosteiro de São Francisco, as ruínas do primeiro mosteiro na América; Museu das Casas Reais, que era o palácio do Governador Geral, e o Palácio das Audiências Reais; O Parque Colón, um quarteirão histórico; a Fortaleza Ozama, a mais antiga fortaleza da América; o Panteão Nacional, um edifício jesuíta que contém atualmente os restos mortais de reconhecidos personagens dominicanos; e a igreja do Convento Dominico, o primeiro convento da América.

A cidade de Santo Domingo tem uma população de novecentos mil habitantes, que passam de dois milhões na sua região metropolitana. A República Dominicana tem uma área de quase cinquenta mil quilômetros quadrados e uma população de nove milhões de pessoas.

A Capital Americana da Cultura, criada em 1998, tem como objetivo promover a integração interamericana a partir do âmbito cultural, contribuir para um melhor conhecimento entre os povos do continente americano, respeitando sua diversidade nacional e regional, destacando ao mesmo tempo o seu patrimônio cultural comum. A Organização Capital Americana da Cultura é membro do Bureau Internacional de Capitais Culturais, promove internacionalmente as cidades capitais culturais e estabelece novas pontes de cooperação com a Europa, continente que tem estabelecida a capital cultural desde 1985. A Organização está acreditada perante a Organização dos Estados Americanos (OEA) e tem o reconhecimento dos Parlamentos Latino-americano e Europeu. Até hoje já foram designadas como Capital Americana da Cultura as seguintes cidades: Mérida (México) 2000; Iquique (Chile) 2001; Maceió (Brasil) 2002; Cidade do Panamá (Panamá) e Curitiba (Brasil) 2003; Santiago (Chile) 2004; Guadalajara (México) 2005; Córdoba (Argentina) 2006; Cusco (Peru) 2007; Brasília (Brasil) 2008; Asunción (Paraguai) 2009, e Santo Domingo (República Dominicana) 2010

O Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org) é um organismo que agrupa a Capital Americana da Cultura (www.cac-acc.org), a Capital Brasileira da Cultura (www.capitalbrasileiradacultura.org), a US Capital of Culture (www.culturalcapital.us), e a Capital da Cultura Catalã (www.ccc.cat), como iniciativas já consolidadas, e outros projetos de criação de capitais culturais em preparação, como a Capital da Cultura Espanhola (www.ccesp.org). Xavier Tudela é o Presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais.

Santo Domingo

1. Rafael Alburquerque, Vicepresidente de la República Dominicana, y Xavier Tudela, Presidente del Bureau Internacional de Capitales Culturales, en el Palacio de la Presidencia de la República.
2. Xavier Tudela y el Presidente de la Cámara de Diputados, Julio César Valentín.
3. Lourdes Camilo, Subsecretaria de Patrimonio Cultural del Ministerio de Cultura; Roberto Salcedo, Alcalde de Santo Domingo; Xavier Tudela; Francisco Javier García, Ministro de Turismo, y Agripino Núñez, Rector de la Pontificia Universidad Católica, Madre y Maestra.


© Capital Americana de la Cultura 1998-2019